terça-feira, 19 de junho de 2012

Dia da visita!!!

Dia 19 de Junho foi um dia muito especial!
Recebemos em casa a visita da Assistente Social Francine para ver como somos em casa e como é a nossa casa.
Claro que rolou uma faxina básica antes da hora marcada hehe, até as cadelas foram no pet antes do dia do banho pra ficarem apresentáveis pra visitante.
Passei o dia muito agitada e nervosa, pois o nosso comportamento seria avaliado, assim como a casa...
Resolvemos fazer um café bem gostoso, pois eu sei que a Francine está grávida e ficamos esperando.
A hora marcada era 17:30 e já eram 17:50 e ela não tinha chegado ainda, o Paulinho já estava ligando pro Fórum pensando que eu tinha entendido a data errada quando o carro parou na frente da casa...
Foi um momento de tensão........
Passado o instante de nervoso corremos para porta e a visitante chegou, tínhamos colocado as cadelas pra rua pois não sabíamos o que seria mais correto aos olhos da Francine.
Ela é um amor, sempre muito simpática chegou e foi logo sentando na nossa mesa de café, e começamos nosso papo, aos poucos foi quebrando o gelo e o nervoso e eu fui buscar a Norminha e a Pikitita, pois se ela vir um dia sem avisar vai encontrá-las dentro de casa, e mentir não é comigo.
Falamos de tudo e mais um pouco, o Paulinho contou muitas coisas da vida dele, da infância, da família, dos irmãos, de como trabalhou desde criança, da faculdade e de como é ser professor, percebemos que tudo que era falado ia sendo anotado, o que me deixou um pouco mais nervosa ainda ( como se isso fosse possível kkk) até que chegou a minha vez na entrevista...
Ela queria saber porque da adoção...
Foi uma parte complicada, pois eu tive que falar, contei tudo, desde o dia em que soube que era estéril até como eu me sinto hoje em relação a isso.
Falei sobre o luto pela criança que sonhei e que não vai existir e que é muito difícil decidir por adotar e que acredito que não seja o mesmo tipo de amor, pois uma criança que foi gerada no seio da família, como no meu caso seria se fosse possível, seria gerada com amor e que uma criança que vem pronta pra nossa família já sofreu abandono, rejeição, maus tratos, drogas durante a gestação e outras tantas coisas que estão no mundo e que não deveriam acontecer.
Adoção não é piedade e nem caridade.
Se a gente encarar como piedade, a criança vai ser "coitadinha" a vida toda e se for caridade "vai dever obrigação" a vida toda. 
Pelo menos eu penso isso, pra mim a adoção vem pra acrescentar e dividir o que temos para dar em matéria financeira e na questão da afetividade, e a relação pai-mãe-filho vai ser construída com o passar dos dias de convivência.

Na saída a Francine disse que nos encontraremos no curso de pais em novembro! Ficamos muito felizes com essa notícia!

Francine e Paulinho e no cantinho da foto a Norminha e a Pikitita prestando atenção no papo hehe

Eu e a Francine!

3 comentários:

. disse...

Oi querida!
Cheguei até aqui através do blog da Dalila (tudoporumbaby.blogspot.com) e adorei o teu cantinho.
Saiba desde já que estou torcendo muito para vocês conseguirem essa tão sonhada adoção. E tudo dará certo... pelo menos, está caminhando apra isso, né?!
Se quiser passar e conhecer minha história, segue meu enereço abaixo. Tentei engravidar por anos e anos, fiz 3 FIVs sem sucesso, e quando ia para a 4ª, engravidei naturalmente, em outubro/2011. Agora estamos aguardando a chegada da nossa menina!
todo sofrimento e luta valeu a pena, hoje somos agradecidos e pois abençoados com esse grande presente.
Espero, em breve, saber que vocês receberam o seu! :)
Um beijo e adorei conhecê-la!
Bibi
(www.adoceespera.wordpress.com)

Claudia Martins disse...

É difícil essa espera, mas logo realizará seu sonho.
Estou torcendo por vc.
Bjs.

Dalila disse...

Jack, que emoção!
Que legal! Quer dizer que já foram aprovados na etapa e que agora é aguardar o curso de pais!
Parabéns, logo logo vc terá seus filhos!!

Ahhh, e eu concordo com vc quanto aos objetivos de adotar, não pode ser caridade, não pode ser por pena!

Tem que ser para criarmos uma família, termos nossos filhos, não importa se nasceram em outros úteros, eles são para dividirmos a vida, os papeis, os sonhos, a família....

Muito bonito o que vc colocou!
Bjs!