segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Zelda...

Ontem a noite a Zelda morreu...

Foi envenenada na sexta a noite, tentamos de tudo com o competente médico veterinário Diego Leote e com o Cristian Silva.
Mais uma vez agradeço a eles o carinho e atenção que tiveram conosco e com a Zeldinha.

Para quem tem filhos, especialmente pequenos, os animais podem não ter a mesma importância que tem para pessoas como eu, que não tenho...

A Zelda era minha e quando fomos morar em um prédio que não aceitava animais, ela e a Rebeca foram morar com meus pais há uns 8 anos. 

Ela já estava com 9 anos e gozava de uma saúde de ferro. Nunca ficou doente e nem demostrava a idade que tinha pois sempre foi muito alegre e serelepe.

As cadelas preenchem um espaço que tenho na minha vida muito importante, elas que me alegram, conversamos com elas e elas nos entendem (no caso eu e o Paulinho).

Agora que moramos em uma casa, tenho a Norminha de 3 anos e a Pikitita de 2 anos, ambas castradas e dormem com a gente e tudo.

Voltando a Zelda, não desejo o mau para quem fez isso com ela e com a gente, desejo que esta pessoa leia o que estou escrevendo e reflita sobre a agressão que fez a minha família e a mim.
A Zelda nunca latiu a noite pois sempre dormiu dentro de casa, nunca avançou em ninguém, pelo contrário, quando chegavam visitas na casa de meus pais a mãe corria e prendia ela pois pulava no colo da visita para pedir e dar carinho, nunca saiu do pátio de casa para andar pelas ruas como os vira latas, pois meus pais sempre cuidaram muito bem dela.

Estou muito triste com a maldade do ser humano e a falta de noção de certas pessoas pois no mesmo pátio que a Zelda foi envenenada meu sobrinho de 1 ano e 8 meses brinca... Se fosse ele a encontrar o veneno maldito primeiro?

Quem comercializa estricnina é tão criminoso quanto quem ataca amimais dos outros.

Zelda em 2007

na cozinha da minha mãe esperando "cair" alguma coisinha gostosa para ela comer

ela era um amor, toda carinhosa e meiga

a marrom é a Norminha

Rebeca (a preta), Pikitita (marrom) a Zelda e o Paulinho na casa dos meus pais

3 comentários:

Cantinho da Marina disse...

Que judiação, né Jack!
Que ela esteja num lugar melhor, longe desses criminosos! E que fiquem na lembrança os bons momentos dela com vocês, boas lembranças!
Onde quer que ela esteja ela está muito agradecida à familia que teve aqui na terra!!!
Bjs, querida!

Mãe Feliz disse...

que dóoo.....

E vc amiga como ta? manda noticias!!!
atualiza o blog!!! saudades!

Emanuelly ingrid disse...

Conheci seu blog agora.
Revoltada com o que fizeram com a Zelda,sou totalmente a favor dos animais,alias amo bichos e pra mim eles tem muito mais valor do que varios seres humanos por aí,é uma pena que pessoas desse tipo existam no mundo,espero que pague pelo mal que fez a Zelda e que ela descanse com os amiguinhos bichinhos em um lugar maravilhoso.Fica em paz,sei como é dificil perder um animalzinho,ja perdi uma companheira de 14 anos e nao foi nada facil,na verdade ate hoje nao é.
To te seguindo!
Bjus

http://www.cotidianomaterno.com/2013/02/as-temiveis-colicas.html